Linda Martins, 18, Salvador. Livros (os que leio e os que escrevo), cristianismo, estudos aleatórios e comida definem minha vida. Em constante evolução.

ENTREVISTA
Rudson Xaulin

RESENHA
Um beijo inesquecível

AUTORAIS
Baed

16.6.13

[Resenha] Nárnia: O Cavalo e seu menino, Príncipe Caspian e A Viagem do Peregrino da Alvorada + FILMES

   Feita por lili



AS CRÔNICAS DE NÁRNIA
Autor: C.S Lewis
Crônicas nesta resenha: O Cavalo e seu menino, Príncipe Caspian e A Viagem do Peregrino da Alvorada
Editora: Martins Fontes



RESENHA:

Sorry, a resenha ficou enooooorme. Então, continuando a falar sobre Nárnia,  depois da derrota da Feiticeira Branca em LFGR eis que surge uma nova aventura – que se passa na Era de Ouro de Nárnia, onde os Pevensies são adultos e reis – em que um garoto de nome Shasta é uma espécie de escravo calormano que foge depois que o seu "pai" negocia vendê-lo para um tarcãa, que é uma especie de membro da nobreza na Calormânia. Ele foge com um cavalo falante de Nárnia e na fuga encontra uma tarcaína de nome Aravis, que também está fugindo. Confesso que na primeira vez que li, não gostei tanto dessa história quanto das outras, mas depois começei a gostar. O cavalo e seu menino não ganhou uma versão cinematográfica, apesar de vim antes de Príncipe Caspian. Talvez o motivo seja o fato dos pevensies não serem exatamente o centro das atenções e serem adultos, whatever. Enfim, é uma história boa, com ótima narração –apesar de não ser em primeira pessoa, que é o tipo de narração que eu mais gosto – O Cavalo e seu menino pode não ser a melhor crônica de todas na opnião de alguns, mas é um livro ótimo e não deixou a desejar.
Príncipe Caspian -
  O quarto livro da saga é marcado pela volta dos pevensies a Nárnia, depois das aventuras vividas nos livros anteriores. No mundo real, se passaram cerca de um ano desde a ultima visita, porém em Nárnia já tinham se passado 1300 anos. Os Pevensies voltam ao mundo mágico com a missão de saber o que aconteceu enquanto estavam fora e consertar os problemas. Tentando desvendar o que ocorreu e tentando retomar a paz entre os narnianos que eles acabam se encontrando com o Caspian, que é um jovem príncipe telmarino que foge de seu tio Miraz, um tirano que quer matá-lo pra ficar com seu trono.  Príncipe Caspian ganhou uma adaptação cinematográfica em 2008 estrelado por Ben Barnes. Há uma polêmica toda sobre uma certa mudança no filme, o romance Suspian – que obviamente não existia no livro, até por que os personagens eram pré-adolescentes – que causou indignação em alguns fãs e que agradou outros também. O romance no filme não chega a ser tão absurdo, até por que o ator que fez o Caspian tinha 26 anos, enquanto o Caspian do livro tinha 13. O filme deixa a desejar em relação a ultima adaptação, mas o livro é interessante.
A Viagem do Peregrino da Alvorada -

  Na minha opnião, o segundo melhor livro da saga. Eu simplesmente amei VPA e acho que a adaptação cinematográfica foi boa também. A estória se passa no reinado de Caspian X, quando, segundo a permissão de Aslam, Caspian constrõe um navio chamado Peregrino da Alvorada e navega na missão de buscar os sete fidalgos de Telmar. No meio da viagem, eis que aparece Edmundo e Lúcia, os pevensies mais novos, acompanhados de um amigo nada simpático: Eustáquio Mísero, primo deles. Eles então percebem que sua missão vai muito além de só encontrar os sete lordes. A Viagem do Peregrino da Alvorada é uma otima história, cheia de descobertas e magia, além de fazer muito bem seu papel de descartar os Pevensies da próxima aventura e inserir Eustáquio Mísero no lugar.